Suspeito da morte de cinegrafista é preso

A Polícia Civil prendeu na madrugada de hoje (12) o suspeito de acender o rojão que matou o cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade, durante manifestação na última quinta-feira (6). Caio Silva de Souza foi preso em Feira de Santana, na Bahia, por policiais da Delegacia de São Cristóvão, que investiga o caso. Ele já era considerado fugitivo.

Caio estava em uma pousada da cidade baiana e não reagiu à prisão. Um mandado de prisão havia sido expedido na última segunda-feira (10) pela Justiça fluminense, pelo crime de homicídio doloso qualificado por uso de explosivo. Buscando fugir ele se dirigiu ao estado da Bahia.

Os policiais buscavam Caio desde ontem. Durante as buscas dessa terça-feira, ele não foi encontrado em sua casa na Baixada Fluminense. Um advogado chegou a declarar que ele se entregaria nas próximas horas.

Caio Souza foi apontado pelo tatuador Fábio Raposo como o responsável por acender o artefato que provocou a morte do cinegrafista. Raposo está preso e confessou ter entregado o explosivo a Caio, conforme demonstram imagens gravadas no dia da tragédia.

Antenor Ribeiro – Destaknews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *