Sérgio Moro será ministro da Justiça

O juiz federal Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, chegou às 9h de hoje (1º) à casa do presidente da República eleito, Jair Bolsonaro.  O magistrado foi convidado para integrar o governo como ministro da Justiça. O ministério poderá ter ampliada sua área de atuação

Conhecido por sua atuação no julgamento de processos referentes à Operação Lava Jato, Moro se reuniu com Jair Bolsonaro e não demorou muito para anunciar que aceitou o convite para integrar o ministério do próximo governo.

O juiz também é cotado para assumir uma futura vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele deve retornar ainda hoje a Curitiba. Concedeu uma breve entrevista aos jornalistas presentes, revelando sua intenção de colaborar para que o país possa ter um combate efetivo a toda corrupção já constatada no nível de governo.

O Ministério da Justiça, que deverá ser transformado em um superministério para combater a violência e a corrupção.

Ainda à espera de confirmação oficial, o superministério da Justiça deverá reunir Segurança Pública, Controladoria-Geral da União e Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Após as eleições, Bolsonaro afirmou, durante entrevistas, que Moro poderia assumir o Ministério da Justiça ou, futuramente, uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

O juiz federal agradeceu o convite, afirmando estar “honrado” pela lembrança e que iria refletir sobre o assunto. “Caso efetivado oportunamente o convite, será objeto de ponderada discussão e reflexão.” E aceitou a responsabilidade de assumir a importante pasta.

Ag. Brasil

Antenor Ribeiro – Destak News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *