Policiais femininas desmentem estudante londrinense

A Casa Militar divulgou nesta sexta-feira (8) uma nota de esclarecimento sobre a denúncia, veiculada por emissoras de televisão, sobre susposta irregularidade praticada por policiais femininas nos procedimentos de abordagem, busca pessoal, triagem e encaminhamento à delegacia policial de uma estudante de Londrina.

A abordagem aconteceu durante as manifestações de 29 de abril, no Centro Cívico, em Curitiba.

As policiais militares responsáveis pela abordagem se apresentaram de forma espontânea e voluntária e afirmaram que todos os procedimentos adotados estiveram em plena conformidade com lei, voltados a preservar, inclusive, a integridade física da própria denunciante.

As policiais militares refutaram, com veemência, as denúncias e nomearam o advogado Cláudio Dalledone Júnior para representá-las em ação criminal de calúnia, a ser movida contra a denunciante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *