MPF pede uso da Cloroquina em MG

Em Minas Gerais o Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPFMG) e o Ministério Público Estadual de Minas Gerais (MPMG) recomendaram ao governo do estado e prefeituras o uso do remédio Cloroquina por pacientes ainda que com sintomas leves da doença em 46 municípios das regiões Noroeste e do Triângulo Mineiro. A recomendação é restrita a esses municípios porque partiu das procuradorias que atuam nessas regiões. O MPF e MPMG querem ainda que a cloroquina esteja disponível nas farmácias para o uso no combate à covid-19, com a devida prescrição médica. Há um protocolo atual, que estabelece métodos para uso do medicamento para combate à Covid-19,

A recomendação é assinada pelos procuradores Wesley Miranda Alves, Cléber Eustáquio Neves, e os promotores Maria Carolina Silveira Beraldo e Fernando Rodrigues Martins, que classificaram o remédio como “seguro” e com “resultados satisfatórios”. No texto enviado ao governo do estado e prefeitos, os procuradores e promotores justificam a decisão com base, por exemplo, nos experimentos do médico francês Didier Raoult, que é uma autoridade reconhecida,

Boa parte da imprensa brasileira tem noticiado que há estudos alertando contra o uso do medicamento controverso. Porém, há também importantes autoridades da infectologia que admitem que a cloroquina ou hidroxicloroquina têm apresentado resultados satisfatórios no tratamento do coronavírus.

O mais recente estudo em contrário publicado ainda não foi finalizado.

Antenor Ribeiro – Destak News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *