Londrina inicia cadastro para vacinação

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, anunciou novas estratégias de ação para a continuidade da vacinação contra a Covid-19 em Londrina. A partir das 20h de sexta-feira (5), uma página de cadastro prévio será disponibilizada no portal www.londrina.pr.gov.br , para profissionais e trabalhadores da saúde, que atuam em clínicas e laboratórios particulares, e os autônomos, como psicólogos, fisioterapeutas, dentistas, entre outros. O cadastro também ficará aberto para a população idosa, acima de 60 anos, que será grupo prioritário da segunda etapa de vacinação contra o coronavírus na cidade.

Machado informou que, inicialmente, apenas estes públicos específicos poderão se cadastrar, o que significa que o processo ainda não estará aberto às pessoas inseridas em outras faixas prioritárias, bem como para a população em geral. “Em um segundo momento, aqueles que já tiverem com seus cadastros validados poderão agendar sua imunização, conforme a Prefeitura receber e liberar novos lotes de doses das vacinas, definindo as datas e a logística das ações. Precisam se cadastrar todos os profissionais de saúde que ainda não tiverem sido vacinados em seus locais de trabalho, e o procedimento é obrigatório também para os idosos”, enfatizou.

Foto: Emerson Dias

De acordo com o secretário, o cadastramento otimiza o processo de vacinação, fornece noção de quantas pessoas precisam ser vacinadas, conforme cada público-alvo. “Estamos finalizando agora o processo de vacinação dos profissionais da saúde nos grandes hospitais. Portanto, já precisamos alinhar essa nova etapa de cadastramento para termos mais eficácia nos agendamentos e vacinações futuras, assim que tivermos os próximos lotes disponíveis. A estratégia permite que a vacina chegue mais rápido aos grupos indicados, com prioridade, por exemplo, para os idosos acima de 80 anos ou acamados, que terão atendimentos em suas residências. A previsão é que o Paraná receba, na próxima semana, uma nova remessa de vacinas e Londrina será contemplada”, afirmou.

Após a realização do cadastramento, a equipe da Secretaria de Saúde analisa todas as informações fornecidas, cruzando com seu banco de dados, para confirmar ou não a validação. Ao finalizar o cadastro, o sistema irá gerar um comprovante de inscrição contendo um QR Code, que também deverá ser apresentado no dia da vacinação. “Quando houver uma nova agenda de vacinação definida, os cadastrados receberão mensagem de texto por celular, alertando para que acessem o portal da Prefeitura para escolher a data, horário e local de vacinação. Na véspera da vacinação, um lembrete será enviado novamente. As equipes de atendimento farão a leitura instantânea do código individual fornecido, garantindo maior segurança e controle de possíveis fraudes durante as ações”, completou.

Evento-teste – Para facilitar a organização e dinâmica das próximas vacinações, a Prefeitura realiza, neste sábado (6), das 9h às 18h, um evento-teste para vacinar exclusivamente 900 profissionais e trabalhadores de hospitais especializados, previamente definidos pela SMS. A partir desta quarta-feira (3), este público já está realizando o Cadastro Prévio, internamente, utilizando o mesmo sistema que depois será disponibilizado no portal da Prefeitura. A atividade irá ocorrer no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Valéria Veronesi (Supercreche), na rua Benjamin Constant, 800.

A respeito do evento-teste, Machado enfatizou que será uma base de avaliação para definição da logística a ser adotada nas próximas vacinações. “Analisaremos todos os passos, desde a chegada das pessoas, as filas, tempo de leitura do QR Code e liberação dos imunizados, atuação das equipes, entre outros fatores. Em uma data normal para vacinação desse porte, temos capacidade para vacinar 10 mil pessoas. Esse evento piloto terá 900 pessoas para identificarmos e fazermos um recorte sobre como irá transcorrer todo o processo”, declarou o secretário.

Foto: Emerson Dias

Como funciona – Ao fazer o Cadastro Prévio, os profissionais e trabalhadores da saúde terão que fornecer seus dados pessoais e profissionais, que serão requeridos também no ato da imunização. Após a efetivação do cadastro, o sistema manterá os usuários informados sobre o andamento do processo, desde a validação do cadastro até o agendamento do dia da imunização.

No cadastro do usuário, será possível verificar todas as informações do status da operação, que trará informações como “Aguardando Validação” e “Cadastro Validado”. Depois, quando a data da vacinação estiver disponível, será liberado o agendamento dos usuários cadastrados, com lembretes enviados via SMS.

“Os agentes Comunitários de Saúde que estiverem a trabalho no dia da imunização vão utilizar tablets para fazer a leitura do QR Code de cada usuário, para confirmar e validar o cadastro. Após a leitura do código, o sistema dará baixa no cadastro, evitando que a pessoa repasse o documento para outro, impedindo qualquer tentativa de furar a fila da vacinação”, contou Machado.

Idosos que não possuem conectividade e não contam com auxílio de familiares ou amigos, a SMS orienta que eles procurem a escola municipal mais próxima de sua residência para realizar seu cadastro. As equipes das unidades escolares estão orientadas para prestarem esse auxílio. Por meio do cadastro dos idosos, será possível contabilizar informações importantes, como quantos são acamados, pois serão vacinados em suas residências, e quantos têm condições de se deslocar para vacinação em drive-thru. Todas estas questões devem ser respondidas no Cadastro Prévio.

Balanço – Na primeira fase da campanha de vacinação contra a COVID-19, que começou com a chegada das doses no dia 19 de janeiro, a Prefeitura imunizou 11.624 pessoas, até as 21 horas de terça-feira (2). Até agora, o município recebeu cerca de 19 mil doses, das vacinas Coronavac e Oxford/AstraZeneca.

A primeira fase da campanha é voltada aos profissionais de saúde, que têm contato direto com pacientes diagnosticados com Covid-19, trabalhadores e residentes de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). O cronograma segue o Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde e o Plano Municipal de Imunização contra a Covid-19.

Para informar a população sobre o andamento da campanha, a SMS divulga diariamente o Vacinômetro, que apresenta a quantidade de doses já aplicadas em Londrina. O material é publicado nas redes sociais da Prefeitura de Londrina e da Secretaria Municipal de Saúde, com dados atualizados até a noite anterior.

N.Com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *