Hugo Chávez tem mania de perseguição

Hugo Chávez diz que OTAN é entidade pré-histórica
Segundo o presidente da Venezuela, a organização deve ser “eliminada”

CARACAS, 27 OUT (ANSA) – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) é uma entidade pré-histórica que “deveria ser eliminada”, ao advertir os militares venezuelanos sobre a existência de um plano desestabilizador diante das eleições presidenciais de 2012.

“É uma loucura e, além disso, o presidente dos Estados Unidos disse que esse formato [de atuação aplicado na Líbia] pode ser aplicado em qualquer parte do mundo. É uma ameaça direta contra o mundo e vocês sabem que nosso país está na lista dos Estados Unidos”, disse o mandatário, por meio de um contato telefônico com a emissora estatal Venezolana de Televisión (VTV).

As declarações foram dadas da Academia Militar da Venezuela (AMV), no sudoeste de Caracas, onde Chávez participou de uma cerimônia de renovação de patentes.

De acordo com o presidente, os Estados Unidos e seus aliados europeus “massacraram o povo líbio somente para tirar [do poder] o líder Muammar Kadafi e assassiná-lo”.

“Vão tratar de buscar um grupo de militares disposto a se unir a eles e a sair com as armas para gerar atos violentos a fim de me acusar, que eu sou ditador, que fiz fraude, e que preciso intervir na Venezuela”, disse ele.

O chefe de Estado também declarou que um dos objetivos da OTAN é “dividir as Forças Armadas e nossa resposta para isso é unidade, unidade e mais unidade”.

Segundo o mandatário, “tão logo souberam da minha doença ativaram um plano desestabilizador, dirigido por este conjunto de meios de comunicação nacionais, internacionais, tratando de gerar desesperança e caos na Venezuela, aproveitando a conjuntura da doença que me surpreendeu”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *