Futebol perde Zequinha

O futebol londrinense teve duas perdas significativas nos últimos dias. Após a morte de Aliomar Mansano, o Ticão, foi a vez de um acidente fatal enlutar o futebol da cidade. Morreu mais um personagem importante da história do futebol londrinense: o ex-zagueiro José Carlos da Silva, o Zequinha, revelado pelo próprio Londrina, morreu de forma trágica.

Zequinha foi campeão da Taça de Prata de 1980 (atual Série B do Brasileiro) e do Paranaense de 1981 com a camisa do Tubarão. Era um zagueiro que sabia sair jogando e era muito bom pelo alto, especialista também no “peixinho”, sempre aplaudido pela torcida que comparecia ao estádio.

Em seu site oficial, o Londrina Esporte Clube declarou estar de luto pela morte do ex-jogador. Segundo informações publicadas pelo clube, Zequinha faleceu no domingo (13) após bater a cabeça ao sofrer uma queda num estabelecimento da cidade. O sepultamento ocorreu na tarde da segunda-feira (14) no Cemitério São Paulo. Além do LEC, Zequinha também defendeu Apucarana, Portuguesa, Grêmio Maringá, Catanduvense e Chapecoense. O ex-jogador tinha 56 anos.

Drama

Zequinha passou por um drama familiar no final de 2004, quando o filho do ex-jogador, Rafael Bezerra da Silva, então com 20 anos, foi morto após uma abordagem policial na zona leste da cidade. Rafael levou 14 tiros, ficou internado em estado grave num hospital e faleceu 40 dias depois. Inconformado, Zequinha iniciou então uma “cruzada” na Justiça para que os policiais identificados na ação fossem julgados por homicídio qualificado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *