25 fugitivos do 4º DP continuam foragidos

A policia de Londrina logrou êxito na captura de cinco elementos suspeitos da ação que libertou 63 detentos do 4° Distrito Policial, na zona Leste de Londrina, no domingo. Eles foram detidos por equipes da 10ª Subdivisão Policial (SDP). O considerado líder da quadrilha, Yuri Alberti Pires, vulgo Dentão, ainda está foragido. Trinta e oito dos que conseguiram fugir já foram recapturados. Um dos que permanecem nas ruas é Fábio Luiz Pires dos Santos, que teria patrocinado a fuga, oferecendo R$ 10 mil para a quadrilha em troca do resgate.

Dos suspeitos da ação dois são maiores de idade. Pedro Amaro Neto, de 18 anos, teria fornecido três pistolas 9mm e um veículo Gol para o grupo. De acordo com o delegado chefe da 10ª SDP, Márcio Pedro Amaro Neto, ele tem passagens como menor por envolvimento em três homicídios. O outro suspeito maior de idade é Peter Pablo Ferreira, de 18 anos, que, segundo a polícia, participou diretamente da ação.

Os supostos integrantes do grupo foram detidos em bairros da zona oeste de Londrina (jardins Pantanal, Leste-Oeste, Leonor e Sabará) e no Jardim novo Bandeirantes, em Cambé. No entanto, nenhuma das armas foi localizada com os suspeitos.

Durante a ação de resgate no 4° DP, além de espancar dois policiais civis que faziam a guarda de 97 presos, o grupo roubou uma viatura – encontrada na mesma noite no Jardim Pantanal – e duas armas dos agentes, uma pistola .40 e uma escopeta calibre 12.

Um dos investigadores revelou à imprensa que foi agredido por cerca de 60 homens. Os dois sofreram coronhadas na cabeça e lesões pelo corpo. Eles foram encaminhados ao hospital e sofreram suturas na cabeça.

Até o início da noite de ontem, 25 foragidos não haviam sido recapturados. A carceragem do 4º DP tem capacidade para abrigar 24 internos. Estava, portanto, com superlotação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *