Tornado mata dezenas em Oklahoma

A passagem de um novo e devastador tornado pela região do Estado de Oklahoma nesta segunda-feira deixou pelo menos 91 mortes e 145 feridos, segundo os últimos dados repassados por oficiais para a imprensa americana. Desde o fim de semana a região central dos Estados Unidos vem sendo afetada por fortes ventos, que já haviam matado pelo menos seis pessoas no Texas e duas no próprio Oklahoma.

O balanço prévio de 91 mortos (sendo ao menos 20 crianças, sete delas da escola primária Plaza Towers), informado por grandes redes de mídia americana como CNNABC e NBC, é bastante superior ao estimado inicialmente de 10 vítimas fatais.

Imagens do canal KFOR mostraram a região metropolitana de Oklahoma City, capital do Estado da região central americana de Oklahoma, completamente devastada. Veem-se quilômetros de áreas residenciais e escolas completamente arrasadas e com incêndios em muitas das casas, especialmente nos núcleos de Newcastle e Moore, ambos ao sul de Oklahoma City.

Equipes de socorristas trabalham nos escombros que cobrem quase toda a cidade. Estima-se que muitas pessoas ainda estejam sob os escombros, e o número de mortos pode aumentar. As últimas informações indicam que pelo menos 145 pessoas deram entrada em hospitais após a passagem do tornado. Dentre estas, 70 seriam crianças. Um caso especialmente crítico recai sobre a escola primária Plaza Towers, onde a ação dos ventos foi particularmente devastadora.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, falou por telefone com a governadora de Oklahoma, Mary Fallin, para expressar sua preocupação pelo ocorrido e por todos os afetados, segundo a Casa Branca. Em 1999, outro tornado afetou Moore, destruiu parte da cidade e matou 41 pessoas.

O Centro de Prognóstico de Tempestades da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês) informou que o tornado atingiu a categoria EF4 – a segunda mais alta -, com ventos de até 320 km/h.

Este imenso tornado chegou poucas horas depois que na madrugada de domingo outros tornados sacudiram o estado e causaram a morte de pelo menos duas pessoas, além de deixar quase 30 feridos e 300 casas destruídas. Nos últimos dias, fortes tempestades sacodem a região central dos EUA, na qual nascem os tornados, e o alerta das autoridades se estende por uma vasta área que compreende desde o Texas, ao sul, até a zona dos Grandes Lagos, ao norte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *