Sercomtel tem novo Presidente

Engenheiro presidirá a Sercomtel

Sem filiação partidária e funcionário de carreira da empresa, o engenheiro Régis Tavares foi o indicado para presidir a empresa de telefonia Sercomtel, que tem a Prefeitura de Londrina como maior acionista. Roberto Coutinho Mendes, ex-presidente afastado pela Justiça, deve ser exonerado na próxima assembleia de acionistas da empresa.
Além desta indicação, a Sercomtel também dispensou a assessora Karin Sabec, que havia sido secretária de Educação na administração Barbosa Neto e responde já a ação proposta pelo Ministério Público, devido às denúncias de irregularidades cometidas nas pasta. Ela teria, segundo informações, pretensões política e não poderia permanecer à frente de uma secretaria.
Na empresa o clima melhorou entre os membros de várias diretorias, pois a impressão é de que a Sercomtel pode reencontrar seu rumo. ”O prefeito escolheu um técnico para conduzir a empresa em um momento que ela precisa de uma condução técnica. Por isso, dentro da Sercomtel o clima já é de tranquilidade. Isso vai mostrar para a nossa clientela que a empresa continua forte, buscando crescer”, confidenciou o próprio novo presidente.
Ex-diretor está foragido
A Sercomtel tem frequentado o noticiário local e estadual pelo envolvimento de alguns dos seus diretores em supostos crimes. O diretor de particiopações, Alysson Tobias de Carvalho, mais conhecido como Pinguim, foi também exonerado, após ter sido preso, acusado de formação de quadrilha, juntamente com Roberto Coutinho. Apesar de ter conseguido um Habeas Corpus junto ao Tribunal de Justiça, agora ele já é considerado foragido, em virtude de nova decisão do mesmo tribunal, revogando a concessão de liberdade anterior e determinando que ele seja novamente levado para a Penitenciária Estadual de Londrina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *