Retendo a palavra

O quanto produzimos

Quanto temos produzido em nossos dias? Por que retemos a palavra que conhecemos? O que nos foi ensinado e que poderia também transformar vidas, muitas vezes ocultamos e deixamos que o tempo passe sem que a semente produza. Se somos um galho em uma árvore frutífera, será estranho que não produzamos frutos.
João, no capítulo 15 de seu Evangelho escreve “Eu sou a videira verdadeira e meu pai é o Agricultor”. Lendo este capítulo entendemos que Deus espera que possamos produzir abundantemente. A palavra nos ensina que Ele corta os galhos que não produzem. E limpa os ramos que dão fruto, para que produzam ainda mais.
Como você se identifica neste contexto? Jesus é a videira e nós somos os ramos. Portanto, todos os que dizem aceitar a Jesus, devem produzir muitos frutos. Caso estejamos vivendo com Jesus, ele continuará a nos fortalecer e fornecendo-nos a seiva indispensável para que produzamos em abundância. Mas se nos separamos dele, somos jogados fora como ramos imprestáveis, que secarão e depois, como num monte de gravetos, são queimados.
Vamos orar e pedir entendimento a Deus, em nome de Jesus, para que no nosso dia a dia possamos viver como Ele quer que vivamos. E que nossos gestos sejam de amor, para que possamos continuar merecendo o mesmo Amor que Deus nos deu, quando entregou seu único Filho por nós.

Antenor Ribeiro – Destaknews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *