PM executado em Londrina

Em Londrina, Norte do Paraná, um policial militar foi morto a tiros na noite de sábado na zona Sul da cidade

O PM Wagner da Silva Prado, de 35 anos de idade, foi a vítima. Ele foi morto em frente a uma padaria na rua Roberto Conceição, Conjunto São Lourenço. A polícia investiga o caso. A suspeita é que duas pessoas, ainda não identificadas, passaram em uma moto atirando. A perita Larissa Richter, do Instituto de Criminalística de Londrina, contou pelo menos 10 perfurações na vítima. “Os disparos atingiram várias regiões do corpo, como cabeça, perna e tórax”, disse a perita. O crime tem característica de execução.

A perita ainda disse que muitos projéteis foram encontrados na área, mas não revelou o calibre da arma usada para matar o policial. “Os tiros foram efetuados a curta distância. As balas ficaram concentradas perto do corpo”, explicou. O PM deve ser sepultado na manhã desta segunda-feira (19), no Parque das Allamandas.

O major Nelson Villa, comandante da 4ª Companhia Independente, destacamento da região Norte onde Wagner trabalhava, informou pelo “pelo que as testemunhas disseram e como o fato se desenrolou, tudo indica que foi uma execução. Os atiradores chegaram sem oferecer qualquer chance de reação e dispararam na covardia. Estamos agindo dentro da legalidade e atuando com a Policia Civil para tentar encontrar quem cometeu este homicídio”, acrescentou. O major disse ainda que “o Wagner era querido por todos, uma pessoa honesta e assíduo no trabalho. Ele gostava muito de participar das ações sociais que desenvolvíamos principalmente com crianças. Era um cara do bem, que não fazia mal a ninguém. A policia inteira está de luto, mas a resposta precisa ser dada o quanto antes”, finalizou.

Antenor Ribeiro – Destak News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *