PIB de 2012 foi decepcionante

Economia brasileira cresce apenas 0,9% em 2012

O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, cresceu apenas 0,9% em 2012 em relação ao ano anterior, totalizando R$ 4,4 trilhões. É o pior desempenho da economia desde 2009, quando ocorreu recuo de 0,3.

O dado foi divulgado nesta sexta-feira (1º) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Sob a ótica da produção, o crescimento do PIB foi sustentado pelo setor de serviços, que registou expansão de 1,7% no ano. A agropecuária teve queda de 2,3% e a indústria, de 0,8%. Sob a ótica da demanda, houve crescimento no consumo das famílias (3,1%) e no do governo (3,2%), enquanto a formação bruta de capital fixo, que representa os investimentos, caiu 4%.

Esse é o pior desempenho da economia no período petista, e em 2009 havia sido registrada uma queda de 0,3%. Em 2011, houve crescimento de 2,7% e, em 2010, de 7,5%. Avaliando apenas o quarto trimestre de 2012, houve expansão de 0,6% em relação ao trimestre anterior e de 1,4% ante o último trimestre de 2011.

Mesmo com todas as medidas emergenciais adotadas pela equipe de governo, a economia não reagiu como se esperava. O corte tributário em alguns setores, amenizou a situação momentânea, mas não foi suficiente para incrementar a produção de forma a contribuir para um PIB maior.

 

 

Edição: Juliana Andrade //

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *