Pedida prisão de suspeito de feminicídio

Feminicídio em Londrina

Um novo capítulo no suposto caso de feminicídio em Londrina. O Ministério Público fez pedido à Justiça para que sejam presos temporariamente Luiz Reis Garcia e Antônia Helena Garcia, respectivamente marido e cunhada da vítima, Olga Aparecida dos Santos, que foi encontrada morta no domingo, 24 de Julho, após cair de um prédio na rua Mato Grosso, área central da cidade. A promotora Susana Lacerda, que assina o documento, quer revogação da liberdade de Antônia Garcia, que foi detida em flagrante, mas solta na audiência. E para o marido, Luiz Garcia, a promotora quer prisão em regime fechado. Atualmente ele usa tornozeleira eletrônica.

A investigação já demonstrou que a vítima foi agredida com um objeto cortante antes da queda do quarto andar.  O advogado da família Garcia, Marcelo Gaya, disse que ainda não teve acesso aos documentos apresentados pelo Ministério Público.

A delegada Geanne Timóteo adiou a conclusão da investigação, que era prevista para a última terça-feira, 3. Disse que “é um caso complexo, pedi alguns dias para concluir, dependo de laudos e outras diligências fundamentais”. Ainda de acordo com a autoridade policial, faltam os laudos de criminalística e o toxicológico, que devem ser finalizados durante a semana. O toxicológico foi feito com a exumação do corpo de Olga, após suspeita de intoxicação.  A delegada explica que a exumação foi feita pra coletar amostra de órgão interno e que não tinha sido feita antes por que o perito não imaginou a possibilidade de ingestão medicamentosa. “Ela não foi sepultada rapidamente, ela foi sepultada no dia seguinte”, esclareceu.

Antenor Ribeiro – Destaknews

Um comentário em “Pedida prisão de suspeito de feminicídio

  • 4 de julho de 2018 em 1:22 pm
    Permalink

    Bom dia Antenor Ribeiro! Parabéns, por manter esse canal de notícias. Vamos acompanhar o caso, para que a Justiça seja feita fundamentada em provas robustas. Grande Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *