Operação “Sem Limites” prende no RJ e PR

PF está agindo no Rio de Janeiro e Paraná prendendo por mais uma Operação da Lava Jato

A nova operação tem o nome “Sem Limites”. Representa a audácia dos corruptos, pois mesmo com todas as prisões que já ocorreram e as investigações em curso, a atividade criminosa teve sequência na Petrobras. É a 57ª fase da Lava Jato. Foi comprovado o pagamento de pelo menos US$ 31 milhões em propinas para funcionários da Petrobras, entre 2009 e 2014, segundo o MPF. Contudo, a PF não descarta a continuidade do esquema na área de trading, com ramificações internacionais, até os dias atuais. O pagamento, conforme o MPF, foi feito por grandes empresas do mercado de petróleo e derivados. O valor atualizado equivale a R$ 119.427.500,00

A área de trading realiza negócios de compra e venda de petróleo e derivados da Petrobras para empresas estrangeiras, ou por essas mesas empresas.

Dos 11 mandados de prisão preventiva, por tempo indeterminado, 10 devem ser cumpridos no Rio de Janeiro e um Petrópolis. Entre os detidos estão dois advogados: Gustavo Buffara Bueno e André Luiz dos Santos Paza. Ambos lavavam dinheiro para agentes públicos, conforme as investigações. Um atual funcionário da Petrobras e dois ex-gerentes estão entre os presos. Todos deverão ser levados para a Superintendência da PF na capital do Paraná. Os investigados podem responder por corrupção, organização criminosa, crimes financeiros e lavagem de dinheiro, conforme a PF. Dos mandados de prisão apenas um tem endereço em Curitiba. Esta nova fase da Lava Jato foi batizada de “Sem Limites”.  Seis mandados de intimações também foram expedidos, para que os depoimentos sejam realizados nesta quarta-feira.

Antenor Ribeiro – Destak News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *