Ontem e hoje

Ontem… a solidão era grande demais. Sua imagem me acompanhava. Você estava comigo no parque, no carro, na janela, ou mesmo vendo TV.

Era como se nada mais existisse.

Ontem… imaginei que morreria de tanta saudade. Lembrei do nosso aniversário. Talvez você nem se recorde mais. E eu não esqueço um só detalhe.

Lembrei de sua timidez em nosso abraço, nosso beijo. Foi um momento tão doce, que seu cheiro parece estar em mim até agora.

Ontem… pensei que você poderia telefonar. Fiquei na esperança de ouvir sua voz. Antes você me disse tanta coisa bonita, mesmo que simples. Mas o tempo passou e o telefone não tocou. Seu silêncio fez doer meu coração.

Ontem… poderia ter sido o reinício de tudo para nós dois. Agora eu sei que esperava uma nova chance. Eu sofri e imaginei que você também sofria.

Hoje sei que não foi para você o mesmo que representou para mim.

 

Antenor Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *