Londrina tem Conscientização à Doação de sangue

Começou nesta segunda-feira (1º) a 1ª Quinzena Municipal de Conscientização à Doação de Sangue de Londrina promovida pelo Governo do Estado com o apoio da Prefeitura, Câmara de Vereadores, universidades públicas e privadas e diversas instituições da região. A abertura oficial acontece às 19 horas na Câmara Municipal de Londrina. A campanha é encabeçada pelo Hemocentro Regional de Londrina, integrante da hemorrede estadual sob a coordenação do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar).

Baseada na Lei Municipal nº 12.037/2014, da cidade de Londrina, a campanha tem como tema “Doe sangue! Salve vidas!” e conta com diferentes atividades, que seguem até o dia 15 de junho. A ação busca incentivar as pessoas a doarem sangue com regularidade e não somente durante campanhas. No dia 14 de junho é lembrado o Dia Mundial do Doador de Sangue.

Segundo dados do Hemepar, são coletadas mensalmente 1.200 bolsas de sangue no Hemocentro Regional de Londrina, instalado ao lado do Hospital Universitário da UEL. O sangue coletado abastece quatro hospitais públicos de Londrina e outros 13 instalados na área de atuação da 17ª Regional de Saúde, que envolve 21 municípios. A expectativa é que a unidade possa prover sangue para 100% dos leitos públicos da região. Em todo o Estado, são 22 unidades da hemorrede estadual.

“Para que nós consigamos alcançar a meta, há necessidade de coletar aproximadamente 4 mil bolsas mensais. Ou seja, precisamos triplicar o número de doações, e isso só pode ser alcançado com o envolvimento de toda a sociedade”, revela o diretor do Hemepar, Paulo Hatschbach.

O diretor alerta ainda que a ideia, com a realização da Quinzena Municipal, não é uma convocação para que todos doem sangue neste momento, mas sim que pensem na importância de doar com regularidade. “O ideal seria que homens doassem quatro vezes ao ano e mulheres três”, comenta o diretor.

A 1ª Quinzena Municipal de Conscientização à Doação de Sangue contará com atividades desenvolvidas em escolas, panfletagem, apresentação de espetáculos e blitzes educativas em ruas e outros espaços públicos. Mais informações estão disponíveis no site da câmara municipal de Londrina – www.cml.pr.gov.br

O Hemocentro Regional de Londrina fica ao lado do HU, na Rua Claudio Donizete Cavallieri, 156, no Jardim Aruba, em Londrina. O horário de atendimento é de segunda à sexta-feira das 13h às 18h30 e aos sábados das 8h às 17h30. Mais informações pelos fones (43) 3371-2218 e 3371-2465 ou pelo e-mail: hemocentrohu@uel.br

BOX:

Requisitos básicos para doar sangue

• Estar em boas condições de saúde.

• Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos devem ter autorização do responsável)

• Pesar no mínimo 50kg.

• Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).

• Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).

• Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Impedimentos temporários

• Resfriado: aguardar sete dias após desaparecimento dos sintomas.

• Gravidez

• 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.

• Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).

• Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.

• Tatuagem nos últimos 12 meses.

• Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

• Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são estados onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 12 meses.

Impedimentos definitivos

• Hepatite após os 11 anos de idade.

• Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.

• Uso de drogas ilícitas injetáveis.

• Malária.

• Hepatite após o 11º aniversário; Hepatite B ou C;

Respeitar os intervalos para doação

• Homens – 60 dias (máximo de 4 doações nos últimos 12 meses).

• Mulheres – 90 dias (máximo de 3 doações nos últimos 12 meses).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *