Greve bancária pode terminar na 5ª

O comando nacional de greve dos bancários vai propor que as assembleias que serão realizadas nesta quarta-feira aceitem a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e encerrem a greve da categoria.

A paralisação deve prosseguir nesta quarta – será o nono dia de paralisação – e a recomendação ainda será votada pelas assembleias dos 137 sindicatos representados pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). A decisão foi anunciada nesta terça-feira depois de um encontro entre sindicalistas e integrantes da Fenaban, em São Paulo.

A nova proposta apresentada pela Fenaban prevê reajuste de 7,5% – com aumento real de 2,02%. A entidade também propõe um reajuste no salário pago aos caixas, de R$ 1.900 para R$ 2.056,89.

A paralisação das agências começou em 18 de setembro e atingiu todos os 26 Estados e o Distrito Federal. Os bancários exigem um reajuste de 10,25% (aumento real de 5%), enquanto a proposta inicial dos bancos foi de 6% (aumento real de 0,58%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *