Ex-guarda municipal assassino irá a Júri Popular

Está decidido: ex-guarda que matou 3 irá a Júri popular

A juíza Zilda Romero, da 6ª Vara criminal decidiu que Ricardo Leandro Felippe responderá pelo assassinato de três pessoas em abril de 2017 perante um Júri popular. As vítimas foram um adolescente de 17 anos, o avô dele, de 58 e a sócia de uma ex-namorada.

De acordo com a magistrada, “os indícios são suficientes para que o réu seja submetido a julgamento”.

O réu foi demitido pelo atual prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, através de um decreto. Ele era integrante da Guarda Municipal de Londrina. A Justiça entendeu que, “pelo depoimento das testemunhas em fase inquisitorial, baseando-se também na quantidade e extensão das lesões apresentadas no laudo de necropsia juntado aos autos, não há como falar-se em desclassificação do crime para homicídio culposo ou privilegiado, como também, em caso de pronúncia exclusão das qualificadoras”.

A defesa do ex-guarda é feita pelo advogado Fabrício Almeida Carraro. Ele disse que “já esperava um despacho neste sentido. Depois que for notificado ainda avaliarei se cabe recurso ou não”. Em Março um laudo psiquiátrico assinado pelo médico legista e perito Carlos Alberto Peixoto Baptista reafirma que Felippe estava ciente das conseqüências de seus atos quanto matou as 3 pessoas. No mesmo documento o especialista diz que o acusado sofre de transtorno bipolar afetivo e estresse excessivo, mas que a condição não seria determinante para a violência. Já é o segundo laudo que confirma a condição de Felippe, como capaz de saber o que estava fazendo quando matou as pessoas. É possível que o júri aconteça ainda este ano.

Antenor RIbeiro – Destaknews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *