E o governo vai aumentar o gás

A Petrobras reajusta na terça-feira (8) em 7,1%, em média, o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) de uso industrial e comercial às distribuidoras. A companhia tem como base o preço de paridade formado pelas cotações internacionais mais os custos de transporte e taxas portuárias.

De acordo com a estatal, a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. Além disso, o preço médio considera uma margem que cobre os riscos – como volatilidade do câmbio e dos preços.

Para o assalariado fica a certeza de que o gás de cozinha vai aumentar. Basta um anúncio governamental e o mercado responde de imediato com a majoração. O botijão de GLP de 13 quilos, o mais consumido nas residências, é encontrado a R$ 60 em Londrina, Norte do Paraná, para se apanhar no depósito. Para entrega a domicílio o preço sobe a até R$ 72.

E praticamente ninguém mais cozinha com lenha ou se arrisca a ter fogão elétrico, já que o preço da eletricidade no Brasil também é elevado. Consequentemente o orçamento doméstico deverá sofrer algum corte possível para que o GLP possa continuar ajudando na confecção do “arroz com feijão” de todo dia na casa do trabalhador.

Sindigás

O Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou que foi comunicado pela Petrobras na tarde desta segunda-feira (7) sobre novo reajuste de preço do GLP empresarial, para embalagens acima de 13 quilos. Os cilindros, muito utilizados também em condomínios, deve subir de preço.

De acordo com a Petrobras, o aumento será entre 5,8% e 8,6%, dependendo do polo de suprimento, válido a partir de 0h deste dia 8 de Maio nas unidades da petroleira.

Com o aumento, o ágio praticado pela Petrobras está em 31% em relação ao preço praticado no mercado internacional. Na avaliação do Sindigás, “esse ágio vem pressionando ainda mais os custos de negócios que têm o GLP entre seus principais insumos, impactando de forma crucial empresas que operam com uso intensivo de GLP”.

Um comentário em “E o governo vai aumentar o gás

  • 7 de Maio de 2018 em 11:28 pm
    Permalink

    É o tal do Temer acabando com a gente. E não é pt. Então fica dificil crucificar só o Lula. Isso é tudo uma corja de vagabundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *