Deus me ouviu…

O PODER DA FÉ

 

Meu nome é Marina Leite de Lima.Moro em Sertanópolis, à avenida Seis de junho, 36. Me casei aos dezoito anos e hoje estou com 32. Aos vinte anos fiquei grávida pela primeira vez e perdi o neném no quarto mês, sem qualquer explicação. Engravidei de novo, perdi novamente no sexto mês. Era uma menina. Mas eu não desisti. Continuei tentando. Eu e meu marido queríamos muito ter um filho. Fiquei grávida novamente e consegui chegar ao novo mês.Nasceu um lindo menino, ao qual demos o nome de Leonardo Vinícius.

Antenor, por ironia do destino, meu filho não mamava nem o meu leite e nem aceitava qualquer outro tipo de leite.Mas aos poucos, com muito cuidado, ele foi crescendo. Quando pensei que tudo tinha acabado, ele já estava com três anos e meio, meu filho começou a passar mal, de repente. Eu o levei ao pediatra e ele foi internado no dia oito de fevereiro de noventa e nove, pela manhã, em Ibiporã, no hospital Santa Terezinha. Apesar de todo atendimento, ele foi piorando e precisou ser transferido para o Hospital Universitário de Londrina, às seis horas da tarde. Era uma situação grave. Às oito horas, ele veio a óbito.

Só vim a saber o que aconteceu de verdade, quinze dias depois. Ele estava com leucemia.

Foi uma tristeza muito grande para toda a família. Mas eu e meu marido nunca perdemos a fé em Deus. Afinal, Ele sabe o que faz. Algum tempo depois, sem que eu esperasse ou programasse, estava novamente grávida. Como Deus é poderoso e maravilhoso.

Nove meses depois, no dia dezessete de novembro de 99 nascia Pedro Vinícius. Veio forte, com saúde. Foi uma alegria enorme para todos nós da família.

Quando ele estava com três anos, pensamos em ter outro filho. Daí eu engravidei e fiz uma promessa a Deus, de escrever para O PODER DA FÉ, se tudo desse certo na gravidez e a criança nascesse perfeita.

Nasceu uma menina, linda, a quem demos o nome de Ana Cláudia. Hoje Pedro Vinícius está com  seis anos e a minha filha completou dois anos em dezembro passado. Agradeço a Deus pela minha família. E quero dizer aos que estão ouvindo, que a gente nunca pode desistir. Devemos sempre confiar em nosso Deus. Tudo posso Naquele que me fortalece.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *