Desvio de recursos no Hospital Evangélico é investigado

O Hospital Evangélico de Londrina pode ter sido vítima de uma ex-funcionária que desviou mais de um milhão de reais

Um mandado de busca e apreensão foi cumprido na casa da ex-gerente financeira do Evangélico, Cristina Aparecida Antonio. Policiais civis estiveram no local, na zona Norte de Londrina, pela manhã. E um outro mandado foi cumprido em uma empresa que, segundo informação da polícia, pertence à família dela. O desvio pode ter chegado a R$ 1,5 milhão.

Foram apreendidos um veículo e documentos na casa da mulher.. E também foi solicitado bloqueio de valores que possam estar nas contas bancárias da investigada e detalhes da movimentação financeira. Uma conta do ex-companheiro dela foi está bloqueada.

O delegado Osmir Ferreira Neves disse que “com os documentos apreendidos e com o detalhamento da movimentação financeira da conta da ex-funcionária do hospital será possível avançar na investigação. Essa operação foi deflagrada para colher provas, saber a extensão e o modo como ocorreram os desvios”. Também queremos saber se há outras pessoas envolvidas, acrescentou o delegado. Ainda de acordo com a autoridade policial, foram identificadas 37 movimentações financeiras suspeitas.

O próprio Hospital Evangélico foi que informou sobre o desvio identificado em uma auditoria interna. Esses desvios ocorreram entre os anos de 2015 a 2018. A mulher foi demitida em Maio deste ano.

Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, o Hospital esclarece que “vem a público apresentar esclarecimentos sobre os fatos relatados pelas autoridades policiais e divulgados na imprensa na data de hoje, envolvendo o desvio de recursos que vitimaram a instituição. A partir da identificação do problema, a direção do hospital tomou todas as medidas administrativas e jurídicas cabíveis, inclusive representação criminal requerendo a completa investigação dos fatos. Importante esclarecer também que o fato se tratou de um problema pontual e isolado, bem como ressalta-se que a instituição preza pela ética, integridade e transparência. Há dois anos o Hospital passou a adotar o modelo de governança corporativa com práticas de compliance, como implantação do código de conduta e órgãos de controle, favorecendo a conformidade dos processos, a prevenção, identificação e combate a fraudes e a condutas inadequadas”.

Antenor Ribeiro – Destaknews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *