Desemprego cresce em Londrina

Os números oficiais do governo mostram que o desemprego cresce em Londrina e região metropolitana. O quadro é perverso para o trabalhador, mesmo em final de ano, quando as contratações temporárias sempre foram referencial de aumento da oferta de empregos. O comparativo com 2014 demonstra claramente uma recessão, com vários setores acusando a crise que atinge todo o país.

O índice é preocupante e até mesmo a construção civil, uma indústria que sustentou grande parte dos empregos ofertados, teve redução significativa. Pelos dados do CAGED, as demissões superaram as admissões e é fácil encontrar pessoas deixando curriculum e batendo de porta em porta em busca de uma colocação no mercado de trabalho.

A Prefeitura de Londrina teve um concurso recente e mesmo com abstenção de um percentual significativo, o número de inscrições foi surpreendente. É a busca pelo trabalho e pela estabilidade que o setor público também oferece.

A situação é preocupante e em Brasília a sociedade é representada por deputados e senadores que parecem desconhecer esta realidade, pois não há movimentação no sentido de resolver situações que contribuem para a manutenção deste quadro. Setores como o automobilístico foram afetados e também a exploração de petróleo, a indústria naval e investimentos externos tiveram decréscimo. Para alguns analistas isto se dá devido também ao descrédito com instituições do país. O governo está envolvido em denúncias de corrupção e o Legislativo patina sob a presidência de um deputado acusado de receber propina e ter contas no exterior, não declaradas à Receita Federal.

Com a proximidade do recesso parlamentar e uma pauta complicada que não vai à votação como deveria, a expectativa é de que o país siga nesta esteira que puxa para baixo os índices que já foram positivos e a perspectiva imediata para 2016 não é boa.

Antenor Ribeiro – Destaknews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *