CMTU acerta novo contrato de manutenção da CTR

Na manhã desta quarta-feira (29), o diretor-presidente da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Moacir Sgarioni, recebeu em seu gabinete representantes da empresa Zero Resíduos, de Ponta Grossa. Durante a reunião, foi assinado o contrato e acertados os últimos detalhes dos serviços que a empresa vai desenvolver na Central de Tratamento de Resíduos (CTR) de Londrina a partir da próxima sexta-feira, dia 1º de dezembro.

Vencedora da licitação, modelo pregão presencial, realizada em 23 de outubro, ela assume toda a logística de operação e manutenção da CTR, os serviços de compostagem e de recirculação de chorume dos 5 tanques de decantação, que eram executados até então pela Construrban Logística Ambiental.

Participaram da reunião os diretores da Resíduo Zero, Marcius Nadal Borsato e Vicente Nadal Neto, o diretor administrativo-financeiro da CMTU, Marcio Tokoshima, o diretor de Operações, Odivaldo Moreno, a gerente de Resíduos, Mariane Takeda e a coordenadora de Elaboração de Projetos, Processos e Planilhas, Cristiane Hasegawa.

A estrutura da empresa para as atividades envolve 1 Trator de esteira D6 145 CV, 1 Escavadeira Hidráulica 130 CV, 2 Caminhões Basculantes, 1 Retro escavadeira 85 CV  e 1 Caminhão Tanque Capacidade 8.000 Litros e Bomba Hidráulica de 30 m3/h.

Os equipamentos e maquinário serão operados por seis serventes, um auxiliar de limpeza, um encarregado e um auxiliar administrativo. As tarefas serão coordenadas por um engenheiro devidamente habilitado para o gerenciamento de resíduos em centrais de tratamento.

O contrato com a organização eleva de 8 para 10 o número de trabalhadores responsáveis pela manutenção da CTR. Além de oferecer mais disponibilidade de mão de obra e um caminhão tanque, a contratação da empresa vai proporcionar à CMTU uma economia de R$ 2.315.619,79 em um ano ou R$ 192.958,31 por mês.

O valor solicitado pela empresa Construrban em agosto deste ano para continuar com os mesmos serviços, já que era permitido por lei, protocolado foi de R$395.863,58 e anual de R$ 4.750.362,96. Para executar o contrato, a Zero Resíduos apresentou o valor mensal de R$ 209.317,81, totalizando R$ 2.511.813,72 ao ano.  A CMTU também irá economizar R$ 77.070,13 ao ano pois deixará de custear um assessor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *