Brasil condena atentado terrorista na Somália

Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil

O governo brasileiro condenou veementemente o ataque ocorrido em frente ao Jazeera Palace Hotel, nesse domingo (26), em Mogadíscio, na Somália, reivindicado pelo grupo radical islâmico Al Shabab, que matou 13 pessoas e dezenas de feridos, informou hoje (27) o Ministério das Relações Exteriores.

“Ao manifestar sua solidariedade ao povo e ao governo da Somália, o Brasil reitera seu repúdio a todos os atos de terrorismo, praticados sob quaisquer motivações. O governo brasileiro reitera, ainda, seu apoio aos esforços de consolidação das instituições somalis”, diz, em nota, o Itamaraty.

O atentado com um carro-bomba feito pelos rebeldes do Al Shabab, ligados à rede terrorista Al Qaeda, matou apenas civis, afirmou Ahmed Ali, porta-voz das forças de segurança. Várias embaixadas estão instaladas no hotel, um edifício de seis andares, que costumava acolher também importantes reuniões governamentais. O ataque ocorreu um dia depois do assassinato de um legislador somali, ação também reivindicada pelo grupo Al Shabab.

O presidente americano, Barack Obama, garantiu hoje em Adis Abeba, na Etiópia, que vai manter pressão sobre o grupo radical islâmico Al Shabab da Somália. Os rebeldes não têm mais nada a oferecer do que “morte e destruição”, afirmou Obama, durante uma entrevista de imprensa conjunta com o primeiro-ministro etíope, Hailemariam Desalegn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *