Botão do Pânico ampliará atendimento

Botão do Pânico para idosos é aprovado em segunda discussão na Assembleia Legislativa

Por 45 votos, os deputados estaduais aprovaram nesta segunda (6), em segunda e última discussão, o Projeto de Lei nº 499/17, de autoria do deputado Cobra Repórter e do secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost (PSD), que estende o “botão do pânico” para os idosos. O projeto agora segue para sanção do governador Ratinho Junior.

“Estou muito contente com esta aprovação. O próximo passo é garantir sua aplicação”, afirmou Cobra Repórter. Ele destaca que já elaborou um requerimento ao governador do Estado, ao secretário de Segurança e ao secretário da Família e do Desenvolvimento Social, solicitando providências urgentes para a implantação do “botão do pânico”, dispositivo de segurança preventiva para vítimas de violência.

Atualmente, a legislação prevê que o dispositivo seja utilizado apenas para as mulheres em situação de risco. Algumas cidades do Paraná estão colocando em funcionamento, como Arapongas e Apucarana. O aparelho é entregue às vítimas pela Justiça. Ao sentir-se ameaçada com a presença do agressor, a vítima deverá apertar o botão, que acionará um sistema de gravação e notificará a guarda municipal e Polícia Militar. Na central de monitoramento, os policiais terão acesso à localização, aos dados da vítima e do agressor, e farão o encaminhamento de carros policiais o mais rápido possível.

“Procuramos levar esse mecanismo também para os idosos. Temos conhecimento de vários idosos que sofrem com algum tipo de ameaça, com violência e, muitas vezes, vivem sozinhos. O botão do pânico vai facilitar o pedido de socorro”, destacou o deputado Cobra Repórter.

Antenor Ribeiro – Destak News

Asssessoria de Imprensa – Meire Bicudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *