Barbosa Neto questiona salário de vice

Prefeito de Londrina, Barbosa Neto, retruca declarações do Vice

Recentemente, em entrevista, o vice-prefeito de Londrina, José Joaquim Ribeiro, que ocupou algumas funções na atual administração, declarou que está há sete meses ausente da Prefeitura, após romper com o Chefe do Executivo. Na oportunidade, quando várias denúncias começaram a atingir o prefeito Barbosa Neto e sua equipe, José Ribeiro se afastou, dizendo ter “vergonha na cara”.

Barbosa Neto, retrucando, diz que a comunidade deveria cobrar o vice-prefeito, que continua recebendo sua verba, de aproximadamente R$ 6 mil por mês, sem nada fazer. E diz que quem se auto-demitiu foi o vice-prefeito, que falou em corrupção e preferiu deixar o cargo que ocupava, além da função de vice. No episódio do acidente automobilístico em que se envolveu, o prefeito, mesmo necessitando tratamento médico, por ter fraturado costelas, preferiu não se licenciar, fato que motivaria a posse do seu vice.

Aparentemente ignorando que a remuneração do vice-prefeito consta em lei, mesmo que ele não exerça função alguma e permaneça apenas na expectativa de ocupar o cargo, nos impedimentos do titular, Barbosa Neto disse não achar justo que José Ribeiro receba dos cofres públicos. Mas admitiu que o vice continua em sua situação legal, sem que nada possa ser feito em contrário. Sobre as acusações que continuam pairando sobre a administração, já com ações propostas pelo Ministério Público, o alcaide nada disse. Nem comentou a recente prisão do ex-deputado Carlos Simões, que responde a acusação de peculato, por ter se apropriado de verba de assessores, crime do qual igualmente é acusado. No caso de Barbosa Neto, o processo havia sido encaminhado para o Supremo, por ter sido eleito deputado federal, e retornou ao Tribunal de Justiça do Paraná, onde aguarda desfecho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *