Ativistas e PM entram em confronto

São Paulo: ativistas de direitos dos animais e PMs entram em confronto

Da Agência Brasil

São Paulo – Manifestantes que defendem os direitos dos animais e policiais militares entraram em confronto na manhã de hoje (19) após um protesto contra o Instituto Royal, na Rodovia Raposo Tavares, entre os quilômetros 55 e 56, em São Roque, no interior de São Paulo.

Para dispersar os manifestantes, que bloquearam os dois sentidos da rodovia e queriam se aproximar da sede do instituto, os policiais usaram bombas de efeito moral. Houve também depredação e fogo em veículos da Polícia Militar e da imprensa.

Desde a noite de quinta-feira (17) ativistas então no local. Na madrugada de sexta-feira (18), os manifestantes invadiram o instituto e levaram os animais. Eles acusam o instituto maltratar cães da raça beagle, ratos e outros animais usados em pesquisas laboratoriais.

Por meio de nota, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência informou que o Instituto Royal é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), criada para promover o desenvolvimento e a pesquisa de tecnologias inovadoras. “O instituto realiza estudos de avaliação de risco e segurança de novos medicamentos. Todos os seus experimentos são conduzidos de acordo com protocolos utilizados internacionalmente”, diz o texto, ressaltando que as pesquisas atendem a todas as exigências feitas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *