Associação de Defesa dos animais encerra atividades

A presidente da ADA diz que entidade não recebeu o apoio que precisava e por isso fechará suas portas em Londrina

Anne Morais anunciou em sua página no Facebook, que a Associação de Defesa dos Animais, ADA, que recolhia e cuidava de animais encontrados pelas ruas da cidade, vai fechar. O fim das atividades acontece em virtude de problemas financeiros e falta de apoio oficial para continuidade do serviço.

Sem dispor de um Centro de Zoonoses que possa atender também a necessidade de recolhimento, abrigo, castração de animais, há muitos anos Londrina se socorre dos serviços prestados por algumas entidades como SOS Vida Animal, ADA e semelhantes. A presidente da ADA diz que “o poder público nunca ajudou a gente. Nós abrimos a associação, aí alegaram que tinha quer ser ONG, nós atualizamos o estatuto, aí disseram que não podia ser só ONG e sim um serviço de utilidade pública. Isso foi inviabilizando o nosso trabalho e nossas despesas estão altíssimas. Não foi por falta de ir atrás de documentação, foi falta de vontade política”, alfinetou.

O trabalho da ADA começou em 2012, como formiguinha. E a presidente se diz cansada das dívidas, cobranças de aluguel e da falta de apoio. “Não vou correr atrás de documentos novamente. É muito burocrático e trabalhoso e eu sei o que vai acontecer, vai ser engavetado de novo”, criticou. “Perdi as forças, o poder público perdeu a credibilidade e eu não acredito mais em nossos governantes”, disse ela.

E a ONG já não faz mais resgates. Porém, ainda dispõe de aproximadamente mil animais resgatados e que precisam de um lar. O trabalho agora será focado na doação destes animais que ainda estão sob cuidados da ADA. E faz um apelo para que a ajudem neste momento. Caso você queira ajudar, pode entrar em contato pelo Facebook com a associação, ainda pelo telefone (43) 99819-8532.

Antenor Ribeiro – Destaknews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *