Ambulantes incendeiam ônibus e loja em SP

Em São Paulo, ambulantes incendeiam ônibus e loja em protesto contra a atuação da PM

Camelôs incendiaram na madrugada de hoje (28) um ônibus e uma loja, na Rua Oriente, no bairro do Brás, na região central da capital paulista, após serem impedidos de montar suas barracas. Segundo a Polícia Militar (PM), o protesto teve início à 0h30, quando cerca de 300 vendedores ambulantes sem licença para trabalhar no local tentaram montar suas barracas.

Além do ônibus, dois carros foram atingidos pelas chamas. Segundo o Corpo de Bombeiros, cinco viaturas trabalharam no combate ao fogo e, por volta das 2h, os dois incêndios já estavam controlados.

Aproximadamente 200 policiais participaram da operação que acabou com a prisão de duas pessoas, que permanecem detidas no 8º Distrito Policial. A PM informa que usou balas de borracha para conter a ação dos manifestantes. Por volta das 3h50 a situação já estava normalizada na região e as lojas abriram normalmente pela manhã.

O bairro do Brás é palco de diversas manifestações que tiveram início no final do mês de outubro, quando a PM passou a impedir a montagem das barracas dos vendedores ambulantes que não têm licença para trabalhar, nas proximidades da Feira da Madrugada – local regularizado e que ocupa uma área delimitada. Os manifestantes pedem que a prefeitura permita a venda de produtos nas calçadas e em outros espaços da região, mesmo sem a autorização legal.

Segundo o Sindicato dos Camelôs Independentes de São Paulo, o conflito desta madrugada ocorreu devido à impossibilidade de negociação com a prefeitura. “Já estávamos há três semanas tentando negociar de maneira pacífica e não percebemos interesse da prefeitura em resolver a situação. Não podemos ficar sem trabalhar no final do ano”, explicou Leandro Dantas, presidente da entidade.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *