52 mortos em Rebelião no Pará

Uma rebelião ocorrida na manhã desta segunda-feira (29) deixou 52 detentos mortos no Centro de Recuperação Regional de Altamira, no Pará. De acordo com a  Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe), o conflito começou por volta das 7h, quando um grupo de presos invadiu a ala de uma facção rival.

De acordo com informações divulgadas, os presos chegaram a colocar fogo em parte da ala. Dentro os mortos, 16 foram decaptados e o restante teria morrido por asfixia, devido ao incêndio. Dois agentes penitenciários foram mantidos reféns, mas foram liberados ao final da rebelião, que foi contida por volta das 12h.

De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o ministro Sergio Moro está acompanhando o caso, já conversou com o governador do Pará, Helder Barbalho, e deve tratar do assunto novamente em uma reunião nesta tarde.

Sistema penitenciário no Brasil precisa de reformulação há algum tempo. Os números divulgados a respeito de presos no Brasil são conflitantes. Milhares de mandados de prisão, após condenação, não foram cumpridos e isso gera estatística equivocada.

Ag. Brasil

Antenor Ribeiro – Destak News

Um comentário em “52 mortos em Rebelião no Pará

  • 30 de julho de 2019 em 2:51 pm
    Permalink

    Só morreu bandido. Nada a lamentar. Prisão é lugar para pagar por crimes cometidos. Não é local de férias e infelizmente o preso custa mais para o governo do que milhares de trabalhadores que recebem o tal salário-desemprego. E as facções podem se exterminar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *