Narcotraficante brasileiro expulso do Paraguai

O brasileiro Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, acusado de tráfico internacional, falsidade ideológica e homicídios, foi extraditado hoje (19) do Paraguai para o Brasil.

Segundo a imprensa do Paraguai, ele deixou o país em uma aeronave do Grupo Aerotático da Força Aérea Paraguaia às 5h05. Após pousar em uma cidade próxima à fronteira com o Brasil, o traficante foi levado em helicóptero para a Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, é preso no Paraguai - Divulgação Polícia do Paraguai
Marcelo Piloto foi extraditado do Paraguai para o Brasil  (Divulgação/Polícia do Paraguai)

Traficante confesso, Marcelo Piloto fugiu do Brasil depois de ser condenado a 26 anos de reclusão. A extradição do brasileiro foi cercada de sigilo e segurança envolvendo três barcos de patrulha das Forças Operacionais Especiais de Polícia (FOPE), segundo a imprensa do Paraguai.

No sábado (17), Marcelo Piloto esfaqueou 17 vezes na cela em que estava uma jovem, de 18 anos, que foi visitá-lo. Autoridades paraguaias acreditam que ele cometeu o crime na tentativa de evitar a extradição para o Brasil.

Piloto foi preso na cidade de Encarnación, no Paraguai, em 2017, após a descoberta que estava usando documentos falsos. Ele é acusado de ser o principal traficante de drogas e armas do país vizinho para o Brasil. Seria dele, atualmente, o lugar que já foi de Fernandinho Beira Mar.

Ag. Brasil

Antenor Ribeiro – Destak News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *