Inflação surpreende e chega a 7,31%

Inflação oficial em 12 meses chega a 7,31%, maior taxa desde maio de 2005

A inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), subiu pelo terceiro mês consecutivo e ficou em 0,53% em setembro deste ano. O índice é superior aos registrados nos meses de agosto deste ano (0,37%) e setembro de 2010 (0,45%). O dado foi divulgado hoje (7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No acumulado do ano, o IPCA chega a 4,97%. Nos últimos 12 meses, o índice está em 7,31%, a maior taxa desde maio de 2005 (8,05%). A meta do governo para a inflação oficial este ano e em 2012 tem centro de 4,5%, com limite inferior de 2,5% e superior de 6,5%. Estes são índices oficiais. O consumidor brasileiro tem sempre um reflexo maior em suas finanças.

Os principais responsáveis pela inflação maior de agosto para setembro foram os alimentos, que tiveram aumento de preços de 0,64%, e os transportes, com aumento de 0,78% (com destaque para as passagens aéreas, que aumentaram 23,4%). O mais importante e preocupante, nesta análise, é que os alimentos foram atingidos. Na nova realidade brasileira o que causa maior aprovação do governo é justamente o fato de o trabalhador conseguir alimentar melhor sua família.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação para as famílias com renda até seis salários mínimos, variou 0,45% em setembro. O INPC acumula inflação de 4,61% no ano e de 7,30% nos últimos 12 meses. Essa elevação do período de 12 meses é preocupante. Para um país que busca a estabilidade, não é um bom sinal.

Antenor Ribeiro – Destaknews

Com informações da Ag. Brasil

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *